Pesquisar

Modelo do desenvolvimento sustentável em Guimarães apontado como exemplo

Foto 1 690 2000
30 Abril 2018

Guimarães presente no 5º “Open European Day” e no 9º Fórum Global para a Adaptação e Resiliência Urbana, intitulado “Resilient Cities 2018”, em Bonn, sede da Convenção para o Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCC).

Guimarães continua a ser apontada como cidade modelo e a partilhar o seu percurso para a sustentabilidade ambiental. Entre os dias 25 e 28 de abril, o modelo seguido nesta área em Guimarães foi abordado no “Open European Day” e no 9º Fórum Global para a Adaptação e Resiliência Urbana, intitulado “Resilient Cities 2018”.

A convite da organização, Guimarães teve a oportunidade de realizar três comunicações formais e estruturadas, após o envio de artigos científicos, com base no seu projeto “Guimarães Mais Verde” e na sua agenda Guimarães 2030, para o desenvolvimento sustentável, aleando ao património cultural e natural a participação ativa dos cidadãos.

Guimarães participou nos painéis “Património Cultural e a Adaptação às Alterações Climáticas: Desafio ou oportunidade?”, juntamente com as cidades de Bolonha, Glasgow e Edimburgo; “Preservar o Património Cultural e Natural para elevar a resiliência urbana”, com a apresentação do Plano para a Sustentabilidade Guimarães 2030: Como é que uma cidade se torna mais “verde”. Por último, no painel “Envolvimento de um Cidadão Ativo e planeamento participativo para a resiliência urbana”, decorreu uma comunicação sobre a Participação Ativa dos Cidadãos nas Estruturas de Governança, na qual teve oportunidade de dar como exemplo a criação, a organização e o método de funcionamento da Estrutura de Missão, com a parceria e cooperação estratégica da Universidade do Minho, bem como o Conselho Consultivo e o Comité de Aconselhamento Externo.

A delegação vimaranense, constituída por Isabel Loureiro, Coordenadora Executiva da Estrutura de Missão e Jorge Cristino, Presidente do Laboratório da Paisagem e Adjunto do Município, apresentou ainda a história e o percurso que Guimarães tem feito, como referência nacional e internacional da área da sustentabilidade ambiental, dando como boa prática o Laboratório da Paisagem e todos os projetos associados que têm envolvido, sensibilizado e comprometido, os vimaranenses para uma maior consciência ecológica, como é o programa para a Educação Ambiental PEGADAS, as iniciativas como o Eco-Parlamento, o projeto P2Green para a promoção e devesa da Biodiversidade, no qual se insere a aplicação móvel baseada no conceito de ciência cidadã, o Biodiversity Go!, o Teatro Bus, o projeto de promoção e devesa da Floresta o Guimarães + Floresta, entre muitos outros.

Nestas conferências participaram mais de 400 cidades de todo o mundo e nas quais houve ainda a oportunidade de reunir com membros da rede ICLEI e com diversas cidades referência ao nível mundial, tendo em vista a realização de projetos em parceria.

  • Unknown c pia 2 1 700 400
    Unknown c pia 2 1 139 90
  • Unknown c pia 3 1 700 400
    Unknown c pia 3 1 139 90
  • Unknown c pia 5 1 700 400
    Unknown c pia 5 1 139 90
  • Unknown c pia 6 1 700 400
    Unknown c pia 6 1 139 90
  • Unknown c pia 1 700 400
    Unknown c pia 1 139 90
Subscrever newsletter