Viver
Pesquisar

Viver

A 13 de dezembro de 2001, o Comité do Património Mundial, na sua 25ª sessão, inscreveu o Centro Histórico de Guimarães na Lista do Património Mundial da UNESCO. Para tal, foi tido em linha de conta a ligação de Guimarães à fundação da nacionalidade portuguesa, as técnicas de construção aí desenvolvidas na Idade Média que foram transmitidas além-fronteiras e também o facto de Guimarães ilustrar a evolução de várias tipos de construção, nomeadamente dos séculos XV a XIX.

A qualidade de vida da população vimaranense, a par da preservação do legado patrimonial, são preocupações constantes da Autarquia. A requalificação também contribuiu para que o Centro Histórico de Guimarães se tornasse um local aprazível, muito frequentado por estudantes, turistas, mas também por vimaranenses. Aqui, decorrem permanente atividades lúdicas e culturais que tornam o Centro Histórico ainda mais atrativo.

Subscrever newsletter