Pesquisar

Câmara de Guimarães recebe esta segunda-feira rota dos 20 anos do programa Eco-Escolas

Rota20 1 690 2000
08 Novembro 2015

Compromisso para uma mobilidade mais segura, eficiente e inclusiva, através do envolvimento de toda a comunidade educativa e do Município, é um dos objetivos desta ação.

A cerimónia de receção dos testemunhos da “Rota dos 20”, iniciativa de âmbito nacional que assinala a comemoração de duas décadas do programa Eco-Escolas, no qual participam 13 estabelecimentos de ensino do concelho de Guimarães, decorre esta segunda-feira, 09 de novembro, pelas 15 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal.

Coordenada pela Associação da Bandeira Azul da Europa (ABAE), a Rota das Eco-Escolas tem por objetivo alertar a comunidade escolar para a importância de uma mobilidade mais segura, eficiente e inclusiva, através do envolvimento de crianças e jovens, professores, assistentes e auxiliares, encarregados de educação e do Município.

A “Rota dos 20” é uma ação anual integrada no programa Eco-Escolas da Associação da Bandeira Azul da Europa, que procura induzir estratégias de intervenção na comunidade baseadas na identificação de problemas e soluções que visem um dia a dia mais sustentável, através da ação das escolas aderentes ao projeto.

Refira-se que o concelho de Guimarães foi recentemente premiado, no dia 18 de setembro, como Município Sustentável, recebendo o galardão “ECOXXI 2015 - Bandeira Verde”, uma distinção enquadrada no Programa de Educação para a Sustentabilidade, implementado em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa e dirigido aos municípios enquanto agentes privilegiados de promoção do desenvolvimento sustentável a nível local.

Na primeira vez que a Câmara Municipal de Guimarães se candidatou ao programa “Município ECOXXI”, obteve uma pontuação de 74% na classificação dos 21 indicadores que distinguem a adoção de boas práticas, políticas e ações ambientais em torno de temas considerados determinantes, tais como limpeza urbana, recolha de resíduos, reciclagem, água, participação ativa, conservação da natureza, educação ambiental, mobilidade, energia, turismo e ordenamento do território, entre outros.